Na noite da última quinta-feira nosso mandato organizou uma audiência pública na Assembleia Legislativa de São Paulo para debater o triste cenário enfrentado por trabalhadores e trabalhadores da merenda nas escolas estaduais.

.

A categoria está totalmente precarizada por conta de demissões em massa, licitações suspeitas, empresas incompetentes e despreparadas, falta de benefícios mínimos como vale-transporte e vale refeição, além de atraso de salários e verbas rescisórias. Ouvimos dos profissionais que o contrato intermitente tem sido uma prática rotineira também.

.

Nossa luta não vai parar nessa audiência pública! Vamos pra cima das empresas, prefeituras e, em conjunto com o Ministério Público, identificar quem são essas empresas que lesam nossos trabalhadores e trabalhadoras.

.

Agradeço a participação do companheiro deputado Teonilio Barba Lula, da vereadora de Sorocaba, Iara Bernardi, do Dr. João Eduardo de Amorim (procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho da 2ª Região), Nelson Morelli e Ronaldo Machado (presidente e advogado da Contac, respectivamente), Alessandra Bércio (secretária geral da Sindirefeições Ts Sorocaba) e Genivaldo Barbosa (presidente do Sindicato dos Empregados em Empresas de Refeições Coletivas e Merenda do ABC).

.