Se tem uma coisa que o PSDB ama é privatizar. Foi no Governo Fernando Henrique Cardoso que mais de 60 empresas públicas foram privatizadas a preço de banana. Telefonia, elétricas, mineração e bancos deixaram de ser patrimônio dos brasileiros para atender aos interesses dos grandes empresários.

Não precisamos ir muito longe para entender um desses grandes fiascos. A Enel, antiga Eletropaulo, é a responsável pela distribuição de energia nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás e Ceará. Recentemente esteve envolvida em um escândalo de cobranças abusivas em plena pandemia do coronavírus, quando grande parcela da população perdeu emprego ou teve seus rendimentos reduzidos.

No início desta semana o PSDB começou a ensaiar outra privatização catastrófica no Estado. Um dos grandes símbolos da cidade de São Paulo pode estar com os dias contados. O governo João Doria apresentou um projeto que prevê que o Ginásio do Ibirapuera seja “reconvertido” em um “centro comercial, de entretenimento e de gastronomia” quando todo o complexo esportivo for concedido à iniciativa privada.

A (péssima) ideia de mais uma concessão tucana é entregar todo o terreno de mais de 90 mil metros quadrados para um concessionário que teria como obrigação construir uma arena multiuso para 20 mil pessoas na área. A proposta de Doria é que a nova arena seja erguida onde hoje está instalado o estádio de futebol, rúgbi e atletismo e o ginásio seja transformado em SHOPPING.

Todo o terreno do Complexo do Ibirapuera pertence à Prefeitura de São Paulo, de Bruno Covas, e foi cedido ao Estado na década de 1940. Na época foi exigido, no entanto, que seu uso fosse meramente esportivo. Lá estão construídos dois ginásios, um estádio, um complexo aquático com piscina olímpica, tanque de saltos e arquibancada, várias quadras de tênis que recebiam até mesmo o Brasil Open, duas quadras cobertas, Palácio do Judô, canchas de bocha e muito mais. Tudo isso pode virar pó se esse projeto irresponsável for pra frente.

São políticas públicas na área esportiva, que acabam influenciando em outras áreas como Saúde, Educação e Segurança, novamente sendo desmontadas pelo PSDB.

Um abaixo-assinado já foi organizado para evitar esse desastre que o esporte brasileiro pode sofrer. Assine aqui. Não podemos permitir que o Governo do Estado promova mais esse desmonte!

Clique aqui para ler a matéria do UOL e entender melhor a polêmica. #LuizFernando #DeputadoEstadual